Chris Brown recebe acusação pelo TMZ e questiona sobre mentiras ditas ao lançar novos projetos

Chris Brown deixou uma mensagem para mais uma fake news divulgada pelo TMZ, que o envolve num suposto estupro e drogas.

Uma mulher desconhecida estaria movendo um processo de U$20 milhões de dólares contra o Chris por agressão sexual e por droga-la antes do ato. Tudo teria acontecido na virada do ano de 2020 para 2021 quando Chris e amigos fizeram uma festa no iate do rapper Diddy.

Como sempre, a suposta vítima procurou apenas o TMZ pra reportar algo sobre ele, incrível, né? 😑

Chris Brown que já questionou outras vezes que a mentira viraliza mais do que a verdade, e foi até seu Instagram dizer que sempre as mesmas histórias acontecem quando ele está lançando algo novo ou no marketing de projetos. Lembrando que o single “Iffy” já foi lançado com videoclipe cinematográfico e nenhum desses portais postaram algo sobre.

Ano passado o portal TMZ postou que ele estava sendo processado por agressão, meses depois a polícia arquivou o caso por falta de provas e por considerar mentira os depoimentos da suposta vítima, mas a conclusão do caso não foi divulgada por ninguém!

Em 2016, a modelo brasileira, Liziane, acusou o Chris de ter dado um soco nela após tentar gravar uma festa particular num hotel, ela foi na polícia prestar queixa e deu entrevistas ao TMZ. Na mesma semana Chris Brown se defendeu e fez posts no Instagram negando a história. Inicialmente ele fez posts chamando a brasileira de “feia e velha para seus padrões” e alegando que por isso ela nunca teria entrado em seu quarto.

A polícia arquivou o caso por falta de provas. Chris, por sua vez, afirmou que nunca tocou em Liziane e que ela estava apenas chateada porque seus amigos não a deixaram entrar em uma festa em Vegas.

Ainda naquele ano, uma de suas amigas deu uma nova versão sobre essa história do Chris Brown. Em uma entrevista para revista EGO, Jennifer Pamplona, a ‘Susi Humana, disse que a suposta agressão não passou de uma armação da ex-amiga. ‘Foi tudo pela fama’. Então muito cuidado ao ver essas notícias sobre acusações, se for verdade ele será punido, e se for mentira… provavelmente NINGUÉM VAI FALAR SOBRE.

O ano ainda é dele, até o lançamento do álbum “Breezy” iremos nos deparar com fakes news como essa. Assim como a acusação do ano passado também divulgada por eles que se provou mentira. Estarei aqui para informá-los quando tudo isso tiver um desfecho real.

Chris Brown deveria processar todos que inventam histórias sobre ele e tirar um bom dinheiro para eles desistam de cancela-lo todas vez que tem músicas ou álbum pra lançar. As mesmas histórias aconteceram no lançamento de Indigo, no sucesso de No Guidance ou Go Crazy, e agora com Iffy e lançamento do álbum Breezy.

Tory Lanez saiu em defesa:

A seguir, a matéria do TMZ:

“O cantor está sendo processado por uma desconhecida que diz ser coreógrafa profissional, dançarina, modelo e artista musical … e ela afirma que Chris se passou de amigável para estuprá-la, em questão de minutos.

De acordo com o processo, obtido pela TMZ, a mulher afirma que Chris pegou o telefone de um amigo e pediu que ela viesse à casa de Diddy o mais rápido possível na Star Island de Miami.

Quando ela chegou lá em 30 de dezembro de 2020, a mulher afirma que Chris se aproximou dela e perguntou se ela queria uma bebida, movendo-a em direção à área da cozinha no iate.

Nos documentos, ela afirma que entrou na cozinha com Chris, onde ele lhe deu um copo vermelho com uma bebida mista e eles começaram a falar. Depois que ele encheu o copo dela pela segunda vez, ela afirma que começou a sentir ‘uma mudança repentina e inexplicável na consciência’.

A mulher afirma que também se sentiu ‘desorientada, fisicamente instável e começou a entrar e sair do sono’ … e foi aí que ela diz que Chris a levou para um quarto enquanto estava ‘drogada’ e ‘meio dormindo’.

Nos documentos, a mulher afirma que Chris fechou a porta do quarto, impedindo sua tentativa de sair, removeu a cueca do biquíni e começou a beijá-la. Ela diz que pediu para Chris parar, mas ele persistiu e a estuprou.

A mulher afirma que Chris ejaculou dentro dela, pulou e anunciou que ele estava ‘feito’.

Ela afirma que Chris mandou uma mensagem para ela no dia seguinte e exigiu que ela tomasse a pílula do dia seguinte. Embora estivesse perturbada, ela afirma que fez exatamente isso.

Ela está processando Chris em US$ 20 milhões em danos … alegando que o suposto estupro está causando seu grave sofrimento emocional.

Os advogados da mulher, Ariel Mitchell e George Vrabeck, nos dizem que seu cliente não relatou o suposto estupro aos policiais na época porque era estudante de medicina e estava envergonhada.

Mitchell e Vrabeck também dizem que estão comprometidos com as vítimas sendo ouvidas e pediriam a qualquer pessoa com informações que entrasse em contato com eles.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continuar lendo

Chris Brown recebe 3 indicações ao BET Awards 2024

O BET Awards, premiação norte-americana voltada para personalidades negras para homenagear a excelência negra em música, televisão, cinema e esportes, divulgou seus indicados para a edição